Apresentação

Wallace Medeiros de Moura, nascido no Rio de Janeiro – RJ em 29 de Junho de 1973. Até os 13 anos estudei no Colégio São Fabiano, na Penha. Em 20 de Janeiro de 1986 passei a morar no Rio Grande do Norte, na cidade de Parnamirim. Foi quando minha vida mudou.

Até os 13 anos eu não saía muito do apartamento, devido a violência da cidade. Mas no nordeste aprendi a explorar o mundo fora das quatro paredes da casa. Aumentei o círculo de amizades, aprendi a me comunicar com mais expressão e desenvolver uma habilidade de liderança.

Aos 14 anos ingressei na religião evangélica, trabalhando com pequenas cidades e povoados do interior do estado. Em geral, população de baixa renda. Aprendi a admirar e respeitar as pessoas pelo caráter e nunca pelo status social.

Aos 18 anos conclui o segundo grau, e fiz uma opção diferente da maioria. Ao invés de ingressar numa faculdade, resolvi refazer o segundo grau nos Estados Unidos, onde adquiri grande habilidade na língua inglesa. Voltei para o Brasil dois anos mais tarde.

Meus Hobbies

Como lazer sou inclinado a tudo que diz respeito à natureza. Acampar, Mergulhar, Cavalgar, são meus favoritos. Também gosto de vôlei, xadrez, e de ler bons livros. Atualmente passo muito tempo na internet, o que às vezes chega a ser prejudicial. Falta de exercício e isolamento social são características de um certo vício de internet.

Amo animais, sejam domésticos ou selvagens. Prefiro sempre os mais exóticos. Gosto de quebrar paradigmas, e portanto, se puder escolher prefiro criar alguns animais digamos… rejeitados pelas pessoas de uma forma geral, como répteis, por exemplo.

E meu maior hobby: Fotografia. Clique Aqui e conheça um pouco mais sobre isso….

Responsabilidade Social

Creio que seja extremamente importante o envolvimento pessoal com o desenvolvimento e bem estar da sociedade, em sua plenitude. Portanto, sempre me reservo um tempo para ações sociais. Também faço pesquisas e desenvolvo projetos para aumentar a renda de pessoas carentes.

Em cidades de interior, por exemplo, podemos evitar desperdícios de matéria prima com criação de cooperativas e especialização de mão de obra. Além de valorizar o material, que deixa de ser vendido em seu estado bruto, é importante um plano de comercialização que evite atravessadores, que costumam pagar pouco ao homem do campo, e adicionar grandes margens de lucro nas vendas ao consumidor final.

“Tenho Facebook, Whatsapp, Twitter, Flickr, Msn, Orkut, ICQ, etc .
Quando eu morrer quero que na minha lápide esteja escrito: Enfim off-line”

Comments are closed.